Home
 Equipe
 Galeria de fotos
 Histórico
 Localização
 O Rebanho
 Alimentação
 Catálogo de vendas
 Caprinforma
 Cotações
 Curiosidades
 Dicas
 Notícias
 Raças
 Receitas
 Sanidade
 Técnicas
 Web Links
 Livro de Visitas
 Contate-nos

Você pretende ampliar seu negócio de Caprinos?

Sim               
Não               

  

 
 
 
Advertisement
 
 
Uréia Pecuária   Versão para Impressão  Enviar por e-mail 
10 09 2005
Os bovinos, caprinos, ovinos e bubalinos necessitam de uma alimentação adequada e equilibrada de proteínas, energia, sais minerais, vitaminas, etc., para atender o seu desenvolvimento e produção.

Nos sistemas extensivos, estas necessidades podem ser plenamente atendidas em pastagens consorciadas ou de gramíneas mais nobres, especialmente nos períodos mais favoráveis do ano.

Nas épocas de estiagem prolongada e de seca invernal, as necessidades alimentares dos ruminantes deixam de ser preenchidas, principalmente em proteínas, uma vez que as gramíneas, mesmo macegadas, conservam certa taxa energética, independente da espécie, porte e idade. Coexistindo o déficit protéico, a microflora ruminal deixa de funcionar a plena capacidade, uma vez que o fluxo de alimentos ingeridos é insuficiente para fornecer o substrato requerido por esses organismos. Assim sendo, ficam seriamente comprometidos os trabalhos de degradação e digestão dos materiais grosseiros e das palhadas em geral. Reduz-se assim, a população de bactérias e protozoários responsáveis pela produção e síntese de nutrientes (aminoácidos, proteínas, etc.), necessários aos ruminantes. Este quadro permanece inalterado até o inicio das chuvas, quando a gramínea, reconstituida fisiologicamente, começa a restabelecer seus níveis em proteínas e minerais. Para contornar esta situação, o pecuarista pode utilizar uma série de alternativas capazes de superar esses fatores. Entre as alternativas, pode-se alinhar o uso de suplementos à base de silagens, fenos, farelos proteícos, concentrados energéticos e resíduos da agro-indústria. Estudos conduzidos por respeitáveis entidades de ensino tem demonstrado que o nitrogênio (N) da uréia pode substituir com vantagens até 33% do nitrogênio da dieta, pelo fato da amônia resultante da decomposição da uréia ser indistintamente utilizada pelas bactérias do rúmen nos processos metabólicos inerentes a esses organismos, especialmente à síntese de aminoácidos essenciais à produção de proteínas de alto valor biológico, como são as protéinas microbianas. Verifica-se desta forma, que os sistemas produtivos regionais podem utilizar, com vantagem, a uréia na alimentação e suplementação dos rebanhos, graças ao leque de alternativas tecnológicas colocadas pela pesquisa à disposição dos criadores e ao baixo custo da uréia. 

PROPRIEDADES FÍSICAS:

1- Características: Produto sólido em grãos (perolado)

2- Incompatibilidade:

Nas misturas com sais minerais apresenta incompatibilidade com fosfatos desfluorizados, cal virgem, calcários calcinados e compatibilidade limitada com os fosfatos mono e bicálcico.

3- Cuidados na Utilização:

O nível máximo recomendado, por animal, é de 40g para cada 100kg de peso vivo, por dia.
A adaptação do animal ao produto deve ser feita de maneira gradativa, administrando-se 50% da dose indicada na 1a semana, 75% na 2a semana, estabilizando-se a quantidade total a partir da 3a semana.
As misturas com uréia pecuária devem ser homogêneas.
Quando a uréia pecuária é fornecida em excesso ou ingerida acidentalmente pelo animal desencadeia um processo de intoxicação que pode ocasionar a morte do animal. Nesses casos, deve-se promover o esvaziamento gasoso do rúmen e administrar de 3 a 10 litros de vinagre direto no rúmen, via trocater ou pela boca do animal, repetindo-se a dosagem, caso seja necessário.

4- Armazenamento:

A uréia pecuária ensacada (sacos de 25kg) deve ser armazenada em pilhas de, no máximo, 20 sacos sobre estrado de madeira, em local coberto, seco e arejado. 

5- Prazo de validade: 36 meses, desde que mantidas as condições de armazenamento.


Fonte: Site www.paralerepensar.com.br/urepecu.htm


 
Voltar para Principal
 

Nós temos 3 convidados online

 
914847 Visitantes

 
Alimentação
Confira a importância da alimentação, na criação de caprinos, dicas e MAIS !!!
 
Cotações
Sessão contendo as Cotações de Caprinos atualizadas...
Confira !!!
 
Dicas
Confira agora mesmo a nossa sessão de dicas
Clique aqui !!!
 
Receitas
Você quer conhecer algumas receitas de caprinos?
Acesse aqui !!!
 
Sanidade
Análise do rebanho para verificação de possíveis doenças.
CONFIRA AQUI !!!
 
Créditos
Créditos