Home
 Equipe
 Galeria de fotos
 Histórico
 Localização
 O Rebanho
 Alimentação
 Catálogo de vendas
 Caprinforma
 Cotações
 Curiosidades
 Dicas
 Notícias
 Raças
 Receitas
 Sanidade
 Técnicas
 Web Links
 Livro de Visitas
 Contate-nos

Você pretende ampliar seu negócio de Caprinos?

Sim               
Não               

  

 
 
 
Advertisement
 
 
Consórcio do Bode em Sergipe   Versão para Impressão  Enviar por e-mail 
19 12 2005

O consórcio de bode é uma história entre pequenos. Para fazer negócio, cada um contribui como pode: de R$ 10 a R$ 50.

Todo dinheiro arrecadado é usado para comprar um lote de cabras. Há quatro anos, no sertão de Sergipe, 20 produtores juntaram R$ 12 mil e compraram 140 animais, que foram divididos de acordo com a contribuição de cada um. Com ajuda do Sebrae, os produtores criaram a Associação Sertaneja de Caprinocultora e, atualmente, são donos de 900 cabras.

- Para nós sertanejos, a cabra representa tudo, porque dela estamos tirando nosso sustento e vivendo com dignidade - comenta Marcos Rogério da Silva, presidente da associação.

A cabra é o animal ideal para se criar no sertão. Ela resiste bem ao clima seco do semi-árido, agüentando até 100 dias sem beber água. No pasto onde se cria uma vaca, é possível alimentar dez cabras. Por isso tudo, investir em caprinocultura no sertão tem retorno garantido em menos de um ano.

O criador Adalto, por exemplo, já criou vacas e está feliz com as 30 cabras que tem. Ele calcula que gasta R$ 15 por mês com o manejo de cada animal. Para cada vaca, o custo sobe para R$ 120. O consórcio também mudou a vida de Adalmir Barros. Ex- peão de fazenda, hoje ele cuida de 22 animais. Entre a venda de cabritos e do leite, Adalmir tira R$ 400 por mês de lucro.

- Hoje tenho moto, terreno, casa e como dar estudo para minha família se orgulha.

Os produtores que participam da associação têm a vantagem de ter a venda do leite garantida. E o preço é acima do mercado. Na pequena fábrica, ainda informal, o leite da cabra é pausterizado. Eles ainda produzem queijos, iogurtes e doces. Os produtos são vendidos na região e também em lojas da capital, Aracajú.

- Todo mundo acaba se envolvendo com a atividade. Uns produzem, outros processam, outros comercializam. Em todas essas atividades, há a geração de trabalho e renda - garante Antônio Andrade, gerente da fábrica.

O próximo passo é conseguir uma melhor infra-estrutura e os selos da inspeção sanitária estadual e federal.

- Teremos todas as portas do mercado abertas para os nossos produtos. E não tenho nenhuma dúvida de que eles terão vasta aceitabilidade por parte da comunidade - revela Antônio .

Já o bode móvel é o veículo especial do Sebrae, que visita todos os criadores da associação. O veterinário observa o rebanho e faz testes para controle sanitário. Outro objetivo é o melhoramento genético das cabras.

- Fazemos a vermifugação dos animais, combatemos a parte dos parasitas, os ecto e endo parasitas e depois fazemos a inseminação artificial - explica o veterinário Fágner Silveira.

Para Antônio Cardoso, consultor do Sebrae, sem essa tecnologia, dificilmente os criadores chegariam a algum lugar, pois o consumidor está cada vez mais exigindo produtos com qualidade.

Os produtores começam a investir na venda da carne de bode e o mercado cresce sem parar. Em Aracajú, num típico restaurante nordestino de Hamilton Santana, o bode é servido como em 11 pratos.

- Eu comecei com dez quilos de bode por semana. Hoje, estou com 300 quilos semanais - vibra Hamilton Santana.

O sucesso do consórcio do bode inspirou jovens artistas do sertão de Sergipe. O grupo de teatro criou uma peça para contar esta história. A peça, apresentada nas cidades da região para agricultores e crianças, mostra que criar cabras pode ser uma grande oportunidade de negócio.

- O trabalho fala de uma jovem que parte. Como a situação com a ovinocaprinocultura melhora, ela retorna e vai usar o seu saber, que aprendeu na zona urbana, para ajudar na atividade rural - conta Virgínia Lúcia, autora da peça.

Para Rafaela da Silva, coordenadora do grupo de teatro, essa é a realidade no sertão de Sergipe.

- É o que a gente vivência todos os dias da nossa vida em nossas comunidades rurais.

Para obter mais informações sobre o aopio do Sebrae à criação de cabras procure um Balcão mais próximo ou visite o site http://www.sebrae.com.br.

ASCA - ASSOCIAÇÃO SERTANEJA DE CAPRINOCULTURA  
 
Endereço: Rua Mestre Senhorzinho, 211 – Nova Esperança – CEP 49680-000 – Nossa Senhora da Glória - SE
Tel: (79) 3411-1347
Contato: Antônio Andrade.


Fonte: Matéria exibida na Rede Globo - Pequenas Empresas & Grandes Negócios em 18 de dezembro 2005 e publicada no site.



 
Voltar para Principal
 

Nós temos 55 convidados online

 
1724580 Visitantes

 
Alimentação
Confira a importância da alimentação, na criação de caprinos, dicas e MAIS !!!
 
Cotações
Sessão contendo as Cotações de Caprinos atualizadas...
Confira !!!
 
Dicas
Confira agora mesmo a nossa sessão de dicas
Clique aqui !!!
 
Receitas
Você quer conhecer algumas receitas de caprinos?
Acesse aqui !!!
 
Sanidade
Análise do rebanho para verificação de possíveis doenças.
CONFIRA AQUI !!!
 
Créditos
Créditos