Home
 Equipe
 Galeria de fotos
 Histórico
 Localização
 O Rebanho
 Alimentação
 Catálogo de vendas
 Caprinforma
 Cotações
 Curiosidades
 Dicas
 Notícias
 Raças
 Receitas
 Sanidade
 Técnicas
 Web Links
 Livro de Visitas
 Contate-nos

Você pretende ampliar seu negócio de Caprinos?

Sim               
Não               

  

 
 
 
Advertisement
 
 
Afinal, Cruzar o Boer com o quê?   Versão para Impressão  Enviar por e-mail 
29 12 2005
A raça Boer foi trazida, finalmente pra o Brasil, depois de mais de uma década de insistência de certos criadores e de matérias veiculadas na revista O Berro. O Boer Chegou, atinge altos preços, como aconteceu em todos os países.

Rinaldo dos Santos

Está formando mestiços vigorosos, mas muitos já condenam certos cruzamentos que acontecem indiscriminadamente. Muitos criadores querem abolir, de uma vez, as raças antigas, substituindo-as por mestiços de Boer. Será que vai dar certo? Tem surgido, então, uma pergunta: "Afinal, deve-se cruzar o Boer com quê?"
É sempre interessante refletir sobre o papel das raças e da própria Natureza, pois os cruzamentos devem retratar um casamento perfeito entre ambos, ou seja, entre os animais e a Natureza.

- O que é o Boer? É uma notável raça moderna, de possante carcaça, com enorme papel a ser desempenhado no Brasil. O Boer precisa ser acasalado com raças adequadas para garantir produtos de grande porte para as mais diferentes situações do país.

Isso quer dizer que o Boer não é uma raça rústica? Sem dúvida, é uma raça rústica, produzida na África do Sul, mas as situações brasileiras são outras. Aqui, o Boer será utilizado em quatro grandes regiões climáticas muito diferentes entre si: o semi-árido, o subtropical, o tropical úmido, o tropical ameno. Em cada região surgirão os cruzamentos mais adequados.

Pode-se afirmar que o Boer é excelente para muitos países e também o será para o Brasil, no tocante a dois aspectos:

a) produzir carne;
b) gerar raças mestiças de corte.

Isto quer dizer que o Boer não é raça para ser desperdiçada em criação pura para produção de carne, por enquanto. Ele deve ser utilizado com sabedoria nos cruzamentos. Como já estão fazendo os criadores de norte a sul do país.

O Brasil inteiro irá lucrar com o Boer, a raça mais avançada do planeta. Afinal, a carne caprina é uma "especiaria" de valor nos restaurantes e vai se tornar cada vez mais popular, pois é a mais perfeita entre todas as carnes. Os mestiços de Boer, portanto, são um investimento garantido.

- Boer x Anglo-Nubiana: Este cruzamento, se mantido permamentemente, é uma tolice. O sertanejo vê o Boer, grandão, e o Anglo-Nubiano, também grandão, e logo pensa um juntar os dois. O Boer é raça pura, específica para carne, enquanto o Anglo-Nubiano é animal de dupla aptidão na maioria do rebanho nacional. Ora, o próprio Anglo-Nubiano jamais chegou a expressar toda sua potencialidade no país, até hoje e, então, como preconizar cruzamentos absorventes? Neste tipo de cruzamento acontecerá apenas uma redução do efetivo de animais Anglo-Nubianos, com  sérias consequências para o Brasil.

O Anglo-Nubiano ainda tem uma longa história para ser contada. Tanto o Boer como Anglo-Nubiano, portanto, precisam seguir seus próprios caminhos.

- Boer x Mambrina: Esta é outra tolice. O Mambrina conta com um pequeno efetivo nacional, embora conte com muitos mestiços, destacando-se o Jacuípe. Trata-se da raça caprina mais rústica entre as de grande porte. Foi importada no final do século XIX e início do século XX. Nunca mais houve importações de Mambrina. Os animais existentes sobreviveram a toda sorte e abandono. Ademais, são animais de possante carcaça, podendo ser facilmente selecionados zootecnicamente.

Existe o Mambrina peludo e o semipeludo (praticamente sem pêlos longos). Ambos deveriam ser multiplicados para constituir um vigoroso lastro nacional de grande valor zootécnico.

- Boer x Bhuj: O Bhuj, importado no início da década de 1960, encontra-se quase em extinção. o Brasil já teve o Bhuj preto, o Bhuj vermelho e o Bhuj branco. Agora, resta apenas o Bhuj preto, também já quase em extinção. O restante perdeu-se me cruzamentos indiscriminados. O cruzamento atual com Boer com Bhuj pode liquidar o restante.

O Bhuj é raça de maior porte no Brasil, mas não é necessariamente a mais pesada, até porque nunca foi selecionada para essa finalidade. É fácil imaginar qie o cruzamento entre ambos produz um mestiço de alto valor no mercado.

Um, frigorífico do Ceará provou, certa vez, que a pele do Bhuj era fantástica e podia obter um elevado preço no mercado, desde que os animais fossem selecionados para essa finalidade. Assim, há condições de manter as raças em separado.

- O Caminho Certo: Se o Boer não pode ser acasalado com Anglo-Nubiano, nem com Mambrina, nem com Bhuj, então qual o caminho certo?

O correto é fazer cruzamentos industriais com as cabras sem raça definida (SRD), que são já oriundas de cruzamentos de Anglo-Nubiano, Mambrina e Bhuj com as raças menores ou raças leiteiras.

Os cruzamentos entre as raças graúdas e as leiteiras, no Brasil, têm como finalidade reduzir de 10 para 4-6 meses de idade do abate. Estas mestiças são muito rústicas, mas sw sofrível desempenho zootécnico.

Daí terem sido apelidadas de "SRD", como se fossem cabras de tostão.
Nesse lastro, sim, o Boer vem somar sua incrível capacidade de melhoramento de carcaça. o Boer pode salvar as cabras SRD do Brasil.

Muitos criadores, com os olhos no futuro, estão produzindo já animais mestiços mais adequados para bem utilizar o Boer. Pensam no melhoramento da produção de carne de caprino, por ser muito mais rentável do que a carne de ovino.

O correto, portanto, é utilizar o Anglo-Nubiano, o Mambrina e o Bhuj sobre cabras comuns e, depois, utilizar o Boer sobre o meio-sangue (F-1) para dar um bom acabamento de carcaça. Encontram-se milhões de cabras F-1 no Nordeste e restante do país, todas disponíveis para o Boer.

- Em resumo: o criador pode utilizar o Boer sobre qualquer cabra desde que não seja de raça pura, a não ser em casos específicos. Nestes casos, com controle zootécnico rigoroso.


Fonte: Revista O Berro Nº 85 - Dezembro 2005.


 
Voltar para Principal
 

Nós temos 4 convidados online

 
2565095 Visitantes

 
Alimentação
Confira a importância da alimentação, na criação de caprinos, dicas e MAIS !!!
 
Cotações
Sessão contendo as Cotações de Caprinos atualizadas...
Confira !!!
 
Dicas
Confira agora mesmo a nossa sessão de dicas
Clique aqui !!!
 
Receitas
Você quer conhecer algumas receitas de caprinos?
Acesse aqui !!!
 
Sanidade
Análise do rebanho para verificação de possíveis doenças.
CONFIRA AQUI !!!
 
Créditos
Créditos